POSSIBILIDADES NA JORNADA DOCENTE Breves considerações acerca da arte-educação e a prática do arte-educador.

Conteúdo do artigo principal

Paulo Holanda
Michelle Brelaz Portugal

Resumo

Mesmo a Arte sendo imprescindível forma de demonstração do desenvolvimento intelectual, no contexto educacional, muitos professores, gestores e alunos não compreendem muitas de suas complexidades, sendo assim, esta pesquisa se pauta nesta preocupação, bem como em considerar de fato singular valor metodológico a proposta já apresentada por Ana Mae. Esta educadora pensa o aprendizado como um processo de interação entre o sentir, o pensar e o agir, não exatamente em uma linha unilateral tão rígida, mas complementar. Desta forma, a pesquisa qualitativa contextualiza-se na premissa de que a Arte-educação pode contribuir para o desenvolvimento do individuo como pessoa, trazendo-lhe inúmeros benefícios como mudar a forma que o ensino de Artes é visto nas escolas de nosso país. Visando trabalhar a comunicação pessoal, expressão e ampliar a formação dos educandos em cidadão, os parâmetros curriculares de Artes também compreendem, o principal, a percepção estética.

Detalhes do artigo

Como Citar
Holanda, P., & Brelaz Portugal, M. (2023). POSSIBILIDADES NA JORNADA DOCENTE: Breves considerações acerca da arte-educação e a prática do arte-educador. Igapó, 16(2). https://doi.org/10.31417/irecitecifam.v16.178
Seção
Artigos

Referências

BARBOSA Bastos, Ana Amália; Releitura, Citação, Apropriação ou o que? Cp 5- Arte/Educação Contemporânea; Ana Mae Barbosa. Cortez- SP, 2005

BARBOSA, Ana Mae T.. A imagem no ensino da arte: anos 1980 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2014.

________, A. M. T., 1998, pág. 17apud NUNES; QUEIROZ, 2003, pag. 78-79

BRASIL. MINISTÈRIO DA EDUCAÇÃO. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA. Parâmetros nacionais de qualidade para a educação infantil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica: Brasília (DF)

DUARTE JUNIOR, João Francisco. Por que arte-educação? CIDADE: EDITORA,1988.

FLAUSINO, Rosinaldo. É possível compreensão em arte? 2005 In: BARBOSA, Ana Mae. A imagem do ensino da arte. São Paulo: Perspectiva, 2010.

LOWENFELD, V. Desenvolvimento da capacidade criadora. São Paulo: Mestre Jou, 1970. apud NUNES, M. F. L.; QUEIROZ, M. R. F. Artes Plásticas na Educação. In: STORI, Noberto (Org.). O despertar da Sensibilidade na Educação. São Paulo: Instituto Presbiteriano Mackenzie: Cultura Acadêmica Editora, 2003.

PARAMETROS Curriculares Nacionais. Brasília, 1998.

READ, Herbert. A redenção do robô: meu encontro com a educação através da arte. São Paulo: Editora Summus, 1986. pag. 12.